Saiba tudo sobre o Molusco Contagioso em Crianças!

22:29

A Dri quando tinha menos de 1 ano, apareceu com pequenas bolinhas estranhas e decidimos levar ela no pediatra para saber o que poderia ser, então a pediatra nos encaminhou para o dermatologista com a suspeita de que aquelas bolinhas eram o Molusco Contagioso.
Como mamãe de primeira viagem, e por nunca ter ouvido falar do assunto, fiquei super preocupada e levei ela ao dermatologista que me explicou tudinho sobre aquilo e disse que aquilo era mais estético e que eu tinha a liberdade de optar em deixar sumir com o tempo, que era o que ia acontecer. Passaram meses, cerca de pouco mais de 1 ano e graças a Deus desapareceram.

Como eu sei que o Molusco contagioso é mais comum do que se imagina, fiz uma pesquisa na internet para trazer para as mamães que estão passando pela mesma coisa com seus filhos.


"O molusco contagioso é uma infecção da pele causada por um vírus que é encontrado em
crianças, mas também em adultos. O molusco contagioso aparece como pequenas bolhas, que normalmente não causam qualquer dor.


O molusco contagioso pode ser passado através do contato da pele ou do contato de toalhas, panos e brinquedos infectados, etc. A infecção de molusco contagioso não é um perigo de saúde, mas deverá desaparecer no período entre os 12 e os 18 meses.

O aspecto do molusco contagioso

Na pele aparecem bolhas pequenas que são ou de cor rosa (ou algo parecido) ou de cor branca ou esbranquiçada. Cada bolha (molusco) parece-se com uma verruga, sendo arredondada, firme e com cerca de 1-5 milímetros de diâmetro.

Se você apertar o molusco, um líquido esbranquiçado irá sair dele. Na maior parte dos casos, aparecem menos de 20 moluscos em cada pessoa. Por vezes, muitos moluscos aparecem em várias partes da pele, aparecendo em grupos ou aglomerados. Qualquer parte do corpo pode ser afetado, mas é muito raro aparecerem moluscos contagiosos nas palmas das mãos e nas solas dos pés.

Causas do molusco contagioso

O molusco contagioso é causado por um vírus que é passado através do contato entre as peles, de pessoa para pessoa. Também se pode ficar infectado tocando em coisas que foram previamente contaminadas pelo vírus, como por exemplo toalhas, panos ou outros objetos que foram tocados por alguém que tenha molusco contagioso.

Assim que uma parte da pele seja infectada pelo molusco contagioso, uma vermelhidão pode propagar-se para outras partes da sua pele. No entanto, a maior parte das pessoas é imune ao vírus de molusco contagioso. Logo, a maior parte das pessoas que entrarem em contato com pessoas infectadas não irão ter molusco contagioso.

O risco de se ter molusco contagioso aumenta por falta de higiene e em climas muito quentes. As infecções de molusco contagioso também são mais comuns em pessoas com o seu sistema imunitário fraco ou a não funcionar propriamente.

O molusco contagioso pode afetar qualquer pessoa de qualquer faixa etária. No entanto, 8 em cada 10 casos de molusco contagioso ocorrem em pessoas menores de 15 anos de idade. A maior parte dos casos acontece em crianças entre 1 e 4 anos de idade.


Como se desenvolve o molusco contagioso

O molusco contagioso (aquelas bolhas pequenas) desenvolve-se em 2-8 semanas depois de se estar infectado com o vírus. Normalmente, cada molusco contagioso dura por cerca de 6-12 semanas, forma uma crosta e depois desaparece.

No entanto, novas bolhas começarão a aparecer, pois foram passadas para outras áreas da pele. Logo, grupos de molusco contagioso poderão aparecer, levando vários meses para serem tratados e desaparecerem.

Normalmente levam 12 a 18 meses até que o molusco contagioso desapareça completamente. Ocasionalmente, a condição dura por muito mais que 2 anos, por vezes até mesmo 5 anos! Para algumas pessoas, a principal preocupação é que o molusco contagioso pode parecer feio. No caso das crianças, a maior parte não se incomoda com isto.

O molusco contagioso é sério ou perigoso?

O molusco contagioso normalmente não provoca comichão, não é doloroso nem uma infecção séria da pele. Ao contrário de algumas outras infecções da pele, com o molusco contagioso não se verificam cicatrizes, mas por vezes poderá deixar como que um pequeno buraco.

Em algumas pessoas, a pele poderá ficar mais clara onde o molusco contagioso apareceu. Por vezes, a pele próxima do molusco contagioso fica infectada com bactéria, podendo ser tratada com antibióticos. Em casos raros, o molusco contagioso numa pálpebra (do olho) poderá causar uma inflamação do olho (consulte um médico se vir que alguns sintomas dos olhos apareceram devido ao molusco).

Após um episódio de molusco contagioso ter desaparecido, deverá ficar imune ao vírus e quaisquer novas situações de molusco contagioso serão mais raras."

Crédito: http://molusco-contagioso.blogs.sapo.pt/
Imagens: https://www.google.com.br

Leia também

16 comentários

  1. nossa adorei flor esse post..super interessante pq nnca tinha ouvido falar tenho uma bebe de 1 ano e 4 meses valeu o alerta flor..

    se quizer conhecer meu cantinho .. bjoos
    http://divinabelezamulher.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha visto isso, bom saber.
    Que bom que ela já melhorou.
    bjos

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu nunca ouvi falar nem poderia imaginar que existia algo assim... Muito informativo, adorei o post!!!


    Beijos
    Diariodematernidade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha ouvido falar
    Boa informação
    Ainda bem que a Dri não tem isso
    Bjus
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, sou nova aqui, mas adorei o post. Tenho uma filha de 5 anos e ela nunca apresentou isso, mas como estou tentando a terceira gravidez é bom estar informada.

    Obrigada pela dica!!! :)

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Nao conhecia, que interessante teu alerta. Existe cada doença ne? Rsrs

    ResponderExcluir
  7. Nossaaaaaa .. nunca ouvi falar. Deus do céu .. bom saber, ótimo post e obrigada por dividir com a gente!

    Roberta & Luma
    Diário de uma Princesa

    ResponderExcluir
  8. Nossa não sabia dessa bacteria, Nathan teve umas bolinhas tbm mais não eram assim, que bom que desapareceu
    Bjinhos

    mamaenatahn.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Nossa não conhecia muito bom aber ótima postagem hein!
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. também não conhecia a doença e nem tinha ouvido falar, por isso sempre falo informação é tudo!
    Bjos
    Tatty Nunes - Mãe de Primeira Viagem

    ResponderExcluir
  11. Que sério isso, nunca tinha ouvido nada a respeito. Parabéns pelo post. bjus Coisas da Lara

    ResponderExcluir
  12. Nossa, não conhecia isso.
    Bom se informar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. não conhecia também. que bom saber.
    Bjus

    Encanto de Menina
    http://geriencantodemenina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá, acabo de visitar seu blog e segui-lo. Lhe desejo foco, sucesso e força. Que conquiste muitas realizações através do mesmo. E também convido você e seus/suas leitores/leitoras a conhecer o meu blog: toobege.blogspot.com.br . Beijinhos e espero você lá também *0*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mariana Leal, te desejo o msm!
      Bjos enormes

      Excluir

Ficamos felizes com sua visita e comentário! :)

Posts Recentes

Fanpage