Papo de gestantes: A Troca de Fraldas

12:49


Assim que o bebê chega em casa, boa parte das mães (e dos pais) de
primeira viagem se atrapalha com aquela  que, à  primeira vista,  parece  ser uma das atividades das mais corriqueiras: a troca da fralda. Trata-se  de uma  questão de tempo — e de prática. Com a repetição da tarefa várias vezes ao dia, logo, logo não haverá nenhum mistério para realizá-la na maior tranquilidade.  A higienização do pequeno, no entanto, deve ser feita com atenção redobrada. Esse zelo previne problemas como  infecção urinária, principalmente nas meninas.


Como trocar a fralda



A)    Antes de começar, é importante ter todos os itens à mão. São eles:  algodão,  água  morna,  uma  fralda descartável nova, uma fralda de pano e uma  pomada  para  prevenir  assaduras. Esse último acessório só deve ser utilizado se o pediatra recomendar.


  B)    O primeiro passo é deitar o bebê no trocador ou em um lugar plano e macio. A criança nunca deve ser deixada sozinha.  Em seguida, tire a parte de baixo da roupa e abra a fralda suja. Atenção: deve-se fixar o velcro das abas para que ele não grude na pele delicada do pequeno.
Daí, levante suas pernas e puxe a fralda usada, que precisa ser enrolada e descartada. Se durante o procedimento o bebê fizer cocô, remova o excesso com a própria fralda e só então dobre e jogue fora.



   C)   Para iniciar a limpeza, é necessário molhar um chumaço de algodão na água morna. Passe-o nos genitais, fazendo um movimento de cima para baixo.  No caso das meninas, não se pode esquecer das dobrinhas ao lado da  vagina  e  de  abrir  os  grandes  lábios para  limpá-los  internamente.  Esse cuidado é bastante importante para evitar infecções, sobretudo a urinária.



    D)   Nos meninos, vale colocar um algodão umedecido ou uma fralda de pano sobre o pênis. Caso ele faça xixi, a urina irá escorrer para baixo, evitando que a mamãe ou o papai se molhem.



    E)    Para finalizar, é imprescindível limpar o bumbum, também sempre de cima para baixo, para que as fezes provenientes do ânus não se depositem nos genitais.



      F)    O último passo é secar a área com um algodão ou com uma fralda de pano macia, passar uma camada fina do creme contra assaduras
nas dobrinhas e ao redor  do ânus e, enfim, levantar as pernas do pequeno para colocar a fralda limpa.


        G)   O acessório deve ser fechado na altura da cintura, na marca indicada pelo fabricante. Para se certificar de que não está apertado demais, basta colocar o dedo e verificar se há uma pequena folga.



Último detalhe

Arrume os elásticos nas pernas para que não fiquem embolados ou
virados para dentro, o que facilita vazamentos. Pronto: o bebê está
limpo, cheiroso, com uma fralda nova e sequinha!



Como limpar o coto umbilical

Ele demora cerca de duas semanas para cair. Até isso acontecer,
você deverá limpá-lo a cada troca de fralda ou no mínimo quatro
vezes ao dia. Todo esse cuidado previne possíveis infecções. Para
mantê-lo higienizado, é preciso limpar o local com álcool a 70%
com a ajuda de cotonetes. Basta umedecer o acessório com o álcool
e passá-lo na base do umbigo em movimentos circulares e sempre
para o mesmo lado — nunca volte com o cotonete sujo.
Troque-o sempre que necessário e até o local ficar sem resquícios
de sujeira. Em seguida, passe outro cotonete umedecido
no álcool na extensão do coto, da base para cima. Finalmente, passe um cotonete seco na base e na extensão, retirando o excesso de álcool.




Leia também

1 comentários

  1. Isso mesmo lendo aqui lindinha me lembrei
    de muitas coisas rs que já havia esquecido
    linda noite
    ótima ficou a postagem
    beijokas

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Ficamos felizes com sua visita e comentário! :)

Posts Recentes

Fanpage