Papo de gestantes: Relaxamento e alongamento (Parte 1)

20:10


É comum as mulheres terem queixas durante a gestação, especialmente de  dor  nas  costas e  de  inchaço nas pernas. Elas são decorrentes das transformações, que são  normais  e  que acontecem  gradualmente  em  seu  corpo ao longo dos nove meses, impulsionadas pelo crescimento do bebê.
Na  correria  do  dia  a  dia,  muitas  grávidas  só  notam  essas  mudanças  justamente quando sentem algum incômodo. O  ideal  seria  preparar  seu  corpo  para suportar  todas  essas  transformações —  uma  medida  que,  no  mínimo,  amenizaria esses sintomas. Há uma série de alongamentos  e  exercícios  muito  úteis nesse  sentido,  que  a  gestante  poderia
incorporar à sua rotina diária.
Entre os exercícios,  os  respiratórios são  importantíssimos.  Eles ajudam  bastante  porque,  em  primeiro lugar, dão à própria mulher uma  maior  consciência  do  seu corpo.  Sem contar que melhoram a oxigenação tanto da mãe quanto do filho. Por falar no bebê, ele sente o tempo  todo  como  está  a respiração  materna.  Portanto, se a grávida consegue, por meio desses exercícios, respirar mais tranquilamente, ela passa essa sensação de calma e segurança  para  a criança  que  está  em  seu  ventre.

Por fim, a técnica dos exercícios respiratórios pode ser muito útil na hora do parto.


Primeiro exercício de respiração


• Sente-se  com  os pés bem apoiados no do  bastante atenção na região lombar.

• As duas mãos devem  ficar  pousadas sobre o tórax.

• Inspire pelo nariz, percebendo os  dedos  se  afastam  ligeiramente.
E,  depois,  expire  lentamente  pela boca, notando que os dedos agora se aproximam.

• Repita este exercício   dez vezes.


Segundo exercício de respiração


• Ainda sentada,  com os pés bem apoiados no chão e as costas  confortáveis, deixe as mãos agora na região abdominal, abaixo dos seios.

• Puxe o ar lentamente, percebendo que   as mãos se afastam.

• Expire também  devagar, notando as mãos se aproximarem.

• Repita este exercício   dez vezes.


A postura e o andar são profundamente alterados durante a gestação devido ao aumento e à  nova  distribuição  do  peso, que  se  concentra  na  barriga.  A grávida tende a inclinar  as  costas  para  trás  e  a girar os pés para fora, afastando-os. Para não piorar a situação, ela deve tomar  alguns cuidados. Por exemplo: carregar menos peso na bolsa. Os saltos devem ter no máximo 5 centímetros. E, se precisar ficar muito tempo em pé, o melhor é conseguir um apoio também de uns 5 centímetros e ir alternado os pés. Tudo isso ajuda. Mesmo  assim,  o  novo  rearranjo  da
postura  tende  a  provocar  dores  lombares .  Por isso, alguns  exercícios  de  alongamento  e  reforço  da  musculatura  são fundamentais.  Eles  ajudam  a  preveni-las  e,  se  possível,  também  devem  ser praticados todos os dias.

Leia também

0 comentários

Ficamos felizes com sua visita e comentário! :)

Posts Recentes

Fanpage