Programa HCG, reforçando ainda mais o assunto.

22:28

Olá meninas!!
Espero que todas estejam muito bem!!
Hoje vim reforçar um assunto sobre o qual já citei esses dias aqui, o Programa HCG!!
Entrei em contato com a equipe do Programa HCG esperando mais informações sobre o programa, para que todas as futuras mamães não saíssem daqui sem suas dúvidas todas esclarecidas e sem conhecer o programa a fundo. 
Pois bem, recebi um Email da equipe HCG, que a propósito gostaria de agradecer a equipe HCG pela atenção a mim fornecida, esclarecendo todas as minhas dúvidas, e me fornecendo um material para a publicação, e um link com um gibi de doadoras que explica super bem e de forma bem legal, um pouco mais sobre o envolvimento do programa e no que eles acreditam. 


Vejam o gibi abaixo:



                                        Open publication - Free publishing - More gibiosfera





> Doe sua urina. Um ato de amor.      

Programa HCG


Desde 1986,  o Programa HCG se dedica a importante missão de identificar gestantes, até o terceiro mês de gravidez, e de convidá-las a se tornem doadoras de urina (hormônio hCG).

Durante toda a gestação, o organismo da gestante produz uma grande quantidade do hormônio hCG, sendo que este é o único hormônio exclusivo da gravidez. O hCG é eliminado naturalmente por meio da urina e, devido as suas propriedades, é utilizado na composição de medicamentos prescritos para tratar a infertilidade.

A partir da identificação das gestantes e da coleta do material biológico, o Programa HCG é responsável por viabilizar o hormônio que, por sua vez, é fundamental no contexto de uma significativa parcela dos tratamentos.

Doar urina (hCG) é como doar leite, sangue ou outro tipo de material biológico. De um ato de solidariedade e de  doação, a gestante que participa pode ajudar indiretamente outra mulher a engravidar.

Como participar!

Participar do Programa HCG é muito simples. As gestantes, até a 12ª semana de gestação (3º mês), podem realizar o cadastro por meio do telefone: 0800 880 0424 ou, ainda, por intermédio do site: www.programahcg.com.br. Após o cadastro, em aproximadamente 8 dias úteis, a doadora recebe a primeira visita do agente de coleta. Vale lembrar que a coleta pode ser marcada no local de preferência da doadora e é realizada a cada 4 dias, até a 18ª semana da gestação (4º mês e meio).

Como funciona a doação?

A coleta é realizada de forma totalmente domiciliar e pode ser agendada no local de maior comodidade para a doadora. Após a inscrição no Programa, em até 8 dias úteis é realizada a primeira visita do agente de coleta. No primeiro encontro, a doadora recebe 4 frascos para a doação, 1 penico, 1 termo de consentimento e esclarecimento e um GIBI que contém orientações gerais para a doadora e que conta um pouquinho mais sobre a importância do trabalho realizado pelo Programa. Após a primeira visita, o agente de coleta retorna sempre a cada 4 dias para retirar os frasquinhos com urina, deixados na visita anterior, e para fazer a entrega de 4 frasquinhos novos. A doação é encerrada no quarto mês e meio da gravidez.

Responsabilidade Social e Educação em Saúde

Além do trabalho de identificação das gestantes para a coleta da urina e viabilização do hormônio, o Programa HCG fomenta diversas iniciativas focadas na saúde materna e que estão em linha com as diretrizes dos Objetivos de Desenvolvimento do Mileênio (ONU), mais conhecidos no Brasil como "8 Jeitos de Mudar o Mundo".

Com base nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM/ONU), o Programa desenvolve diversas ações que têm foco primordial na questão da saúde materna. Em 2011, as ações ligadas à causa materna desenvolvidas pelo Programa impactaram cerca de 520.000 mamães, futuras mamães e profissionais de saúde. De acordo coma Declaração do Milênio, assinada por representantes de 191 países no ano 2000, há uma série de diretrizes e propostas a serem seguidas para que se efetive uma assistência completa no que diz respeito à saúde materna (Objetivo 5 - ODM / ONU).

No Brasil, a meta é reduzir em 75% a taxa de mortalidade materna até 2015, sendo que o alcance desse objetivo depende de uma série de ações cujo foco se dê a partir de melhorias na qualidade da educação em saúde que é oferecida às gestantes. Atualmente, o Programa HCG fomenta e apóia diversas iniciativas nesse sentido, conseguindo atender a grande parte das sugestões de ações recomendadas pela ONU / PNUD para ajudar a melhorar a saúde materna (Objetivo 5 / ODM).

De acordo com os ODM, em se tratando de saúde materna e da gestante, as orientações são as seguintes: "Fazer campanhas sobre: planejamento familiar, prevenção do câncer de mama e de colo de útero (HPV), gravidez de risco, a importância do exame pré-natal, nutrição da mãe e aleitamento materno. Presentear uma grávida em situação de desvantagem social com um enxoval para seu bebê. Divulgar informações sobre saúde para gestantes e articular palestras em Postos de Saúde, Centros Comunitários e instituições como a Pastoral da Criança. Participar de iniciativas comunitárias voltadas para a melhoria da saúde materna e o atendimento à gestante (pré-natal e pós-parto). Reunir mulheres grávidas para troca de experiências. Incentivar a educação para gestantes." (Fonte: http://www.objetivosdomilenio.org.br/gestantes/)

Portanto, ao se tornar uma doadora, além de ajudar a viabilizar o hormônio, a gestante também contribui para a manutenção das iniciativas que o Programa  HCG desenvolve e que visam ajudar a melhorar a saúde materna no Brasil.

Saiba Mais!

Para saber mais sobre o Programa HCG, acesse: www.programahcg.com.br ou, se preferir, ligue: 0800 880 0424.

Espero que tenham gostado, e que tenham tirado todas as suas dúvidas.  E não esqueçam de divulgar o Programa HCG para todas as suas amigas, vizinhas e conhecidas, mesmo aquelas que ainda não sejam gestantes, para que um dia elas venham a fazer também sua doação!

Bjinhos!

Leia também

0 comentários

Ficamos felizes com sua visita e comentário! :)

Posts Recentes

Fanpage