Papo de gestantes: Os sintomas da gravidez (Parte 1)

00:25



Olá meninas, primeiramente gostaria de dar as boas vindas as minhas novas amigas seguidoras, e dizer que fico muito feliz em saber que além de serem seguidoras, vocês deixam seus comentários que por sinal alegram o meu dia, voltem sempre viu??

Mas, vamos lá... Hoje vim trazer uma coisa muito legal para vocês!!

Aulinhas sobre gestação! Mas como assim aulinhas de gestação??
É isso ai, meninas, sim vamos ter aulinhas aqui sobre vários temas na gestação e pós gestação!!
Então, para as interessadas, fiquem atentas pois os dias das aulas serão todas as Segundas, Quartas e Sextas feiras, e para os posts não ficarem imensos cada tema será dividido em duas partes. Na última aula darei os devidos créditos!!

Espero todas aqui hein??
As aulas são bem resumidas e ao mesmo tempo bem completas, vale a pena vir conferir!!

Hoje iniciaremos com a 1ª Aula, e o Tema é: 


Os sintomas da gravidez

Primeiros sinais

Eles variam bastante. Na verdade, variam de organismo  para  organismo e de
momento para momento da gestação. O principal deles é mesmo o atraso menstrual.  Por isso, aquelas mulheres com o ciclo muito  certinho  logo  desconfiam quando  estão  grávidas  e,  não  raro,  fazem algum teste de farmácia.
Vale notar que esses testes, realizados em casa com uma amostra da urina, já estão muito mais confiáveis do que no passado. No entanto, o mais certeiro ainda é o exame de sangue para dosar um hormônio chamado beta HCG. Ele é tão sensível que pode acusar uma gravidez antes mesmo de qualquer atraso na menstruação.
Outros sinais frequentes são enjoo, alterações digestivas, como azia e queimação, aumento da salivação e do apetite, sem contar a sensação de sonolência.


Saiba mais...

O ideal seria a mulher, ao receber a confirmação da gravidez, realizar exames de sangue, urina e fezes para afastar a hipótese de problemas, como infecções capazes de atrapalhar o desenrolar da
gestação. São os primeiros exames pré-natais — todos absolutamente necessários! É preciso, ainda, um ultrassom para confirmar a idade
gestacional, verificar como o bebê se implantou no útero e como está batendo o seu pequeno coração.


A culpada é a placenta?

No comecinho da gravidez, mal a placenta começa a aparecer, ela já passa a  secretar  hormônios  iguais aos  que o corpo da mulher produzia — mas, claro,  no  caso  trata-se  de  uma  produção extra. E esses hormônios, em dosagens maiores do que as de costume, acabam influenciando as mais diversas funções do organismo. Portanto, por trás de todos os sinais da gravidez há uma ação hormonal. Não à toa, eles tendem a ser mais  intensos  quando  a  mulher  espera gêmeos. Ora, no caso,  ela está  formando no ventre uma quantidade bem maior  de  placenta    portanto,  está produzindo  mais  e  mais  hormônios  e, provavelmente,  experimentando  mais e mais sintomas.



O problema do enjoo

Ele é um sinal frequente, mas não obrigatório. Algumas grávidas nunca sentiram esse mal-estar. Em outras, ele aparece por volta da sétima semana de gestação. A ansiedade, o estresse, o cansaço físico o excesso de comida ou, ao contrário, períodos de jejum prolongado tendem a  agravar as crises de enjoo. O médico poderá prescrever medicamentos  para controlá-las.  O ideal, porém, é a mulher perceber em que horários do dia ela costuma  se  sentir  mais  enjoada  e  procurar se  poupar nesses momentos.  Controlar a alimentação também é importante. Para algumas grávidas que costumam sentir muito enjoo, alimentos gelados, como  picolés  de  frutas  ácidas,  trazem algum alívio. Eles podem ser uma espécie de recurso de emergência. O fundamental é não forçar o apetite  e comer apenas  o  que  sentir  vontade  para  não piorar o quadro. O que  realmente faz diferença  para a grávida nessa fase é a hidratação, e não a comida. É disso que ela não deve se descuidar.


Saiba mais...

Evite comer quando se sentir enjoada para evitar as crises de vômito. Mais do que desagradáveis, elas fazem seu organismo perder muito líquido e minerais importantes para o desenvolvimento do feto.
Uma ótima sugestão é fracionar as refeições. Comer pequenas porções de alimentos em intervalos regulares ajuda bastante.


Obs: (2ª parte do tema "Os sintomas da gravidez" será postado na quarta feira dia 19/09)

Espero que tenham gostado e espero vocês no próximo post da nossa aulinha rsrs
Bjinhos..

Leia também

6 comentários

  1. Gracinha!!!! Nem me fale e sintomas de gravidez!!!!! Afffffff, nossa estou nesta fase!!!!! Pra mim foi difícil até de saber, exames de urina e sangue negativos!!! Deu certo só com 14 dias de atraso. Cris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Cris, comigo também não foi muito diferente meu primeiro exame de sangue tinha dado negativo! srsrs

      Excluir
  2. Realmente os sintomas variam mesmo de mulher para mulher!
    Eu desconfiei da minha gravidez antes mesmo do atraso menstrual, sentia muita dor nos seios e eles bem inchados, depois veio o atraso e confirmei no teste de farmácia e depois com o Beta! Tive muito enjoo também acho que da 5 semana até umas 26.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. puxa que legal, eu também tive muito enjoo acho que durante a gestação inteira!!
    Perdi as contas de quantas vezes eu cheguei a vomitar, rsrsrrsr!!
    Era horrível!
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  4. Aí que legal! Lembro como se fosse hoje o comercinho da minha gravidez. Os sintomas bem característicos. Como o tempo passou tão rápido e agora já estou com quase 5 meses! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga,è verdade, passa rapidaço!!
      Já tem mais de 2 anos quando engravidei, e sinceramente parece que fi ontem!!
      Por isso quando a gente é gestante deve aproveitar cada momento da nossa gravidez que são únicos e lindos!!

      Bjinhos linda, estou com saudades!

      Excluir

Ficamos felizes com sua visita e comentário! :)

Posts Recentes

Fanpage